XV de Novembro e Ana Terra repetem este ano a semifinal de 2015 , uma decisão cercada até hoje de muita polêmica e discussões . O alvinegro do Atuba garante que foi prejudicado no terceiro jogo , com a não marcação de uma pênalti a favor do alvinegro , e mais dois lances que interferiram no placar e na decisão vaga.

Em 2015 foram necessárias três partidas entre os dois clubes para se conhecer o finalista. No jogo de ida o XV venceu por 1 x 0 , na volta o Ana Terra fez 3 a 0 . No terceiro e polêmico jogo o XV perdeu  nas penalidades por 5 a 3 após o empate no tempo normal em 1 a 1.

Este ano o XV fez uma ótima campanha na primeira fase , com um aproveitamento dos melhores , foi o segundo neste critério , perdeu somente para o Ana Terra , mais uma razão para o jogo de domingo (31) pegar fogo , Já na segunda fase o alvinegro do técnico Gabriel estreou perdendo em casa para o Bandeirantes por 2 a 0 , e quase fica de fora da semifinal quando enfrentou o Cruz Azul em casa e teve que virar um jogo em que tinha tudo para perder. Fez 4 a 2 e conquistou a vaga no sufoco , não foi uma boa campanha nesta etapa do certame admitem os dirigentes e atletas.

Virada a página , o XV agora só tem uma meta: mostrar que é o mesmo time da primeira fase e que neste jogo não há favorito , ou seja , nem o adversário e nem o clube do Atuba levam nenhuma vantagem , nem mesmo psicológica . O XV precisa fazer o resultado no jogo de ida neste domingo,33 , e, seu estádio  e depois jogar com a vantagem do empate no jogo da volta  na casa do Ana Terra.

” O jogo é jogado e o lambari é pescado , claro que estamos com o jogo de 2015 engasgado na  garganta , nós iriamos ser campeões e fomos prejudicados no terceiro jogo. Não existe essa de favoritismo por parte de clube algum” Disse Celso Cordeiro

LEAVE A REPLY