Não faltou raça , vontade de vencer , virtudes , vibração e apoio da torcida para o Roça Grande sair na frente na decisão do campeonato 40tinha da Liga de Colombo , só que pela frente tinha a melhor equipe do certame , que não á toa está prestes a ser tornar tetracampeã invicta da competição. O jogo realizado na ensolarada manhã de domingo (28) no estádio Beira Rio foi um belo espetáculo , com todos os ingredientes de uma final. A vitória do Ana Terra por 2 x 1 deixou o time do técnico Bacana a um empate de conquistar o tetracampeonato de forma invicta , com a melhor defesa e o melhor ataque , o artilheiro (Chester) e o goleiro menos vazado (Zequinha) . Nada está ganho , uma vez que o Roça Grande tem time de excelente nivel e poderá reverter a situação ainda , mas o Ana Terra faz por merecer esse titulo pelo conjunto da obra .

 

O JOGO:

Com menos de vinte segundos de jogo  o meia Márcio Nunes do Roça Grande contundiu a mão e bola dividida e teve sair de campo , voltou cinco minutos depois com os dedos enfaixados.

O confronto teve um inicio de estudos entre as duas equipes, não teve grandes jogadas de gols e só chegou a esquentar a partir dos 9′ quando o Ana Terra abriu o placar com gol de Chester . O artilheiro aproveitou um cruzamento de Nedu e o rebote dado pelo goleiro Hulck abrindo o placar .

Com o placar adverso o Roça Grande começou a ser mais perigoso no ataque , mas parava na zaga do  Ana Terra . Márcio Nunes e  Venâncio davam trabalho para a defensiva do time azul e branco .

Com uma meia cancha altamente qualificada , o Ana Terra saia com rapidez pela direita e sempre levava perigo com as jogadas de Nedu e Pateta.  O Roça respondia ,  mas na hora final falhava na conclusão.

Aos 29′ o Roça finalmente a igualdade no marcador , após cobrança de escanteio pela direita , a zaga do Ana bateu cabeça e o Nico empurrou para o gol deixando tudo igual.

O gol de empate mexeu com as duas equipes que foram em busca do segundo gol . O Roça Grande se articulava bem com Reis , Venâncio e Márcio Nunes responsável pelo setor de criação alviverde . O Ana Terra tinha mais posse de bola e quase chegou ao segundo gol co Mi que driblou o goleiro e empurrou para o gol , o zagueiro Wilson cortou a trajetória da bola e cedeu escanteio.

Aos 33′ Chester protagonizou a jogada mais polêmica , quando encobriu o goleiro e a bola bateu na trave e no zagueiro , para o juiz Selmo dos Anjos a bola não entrou , e para os jogadores e torcida do Ana Terra foi gol .Prevaleceu a decisão do árbitro .

O Roça ainda tentou mais algumas pontadas na tentativa de virar o jogo ainda na primeira etapa , e numa tabela entre Márcio Nunes e Everaldo e este bateu para fora.

No final da etapa inicial , Pateta bateu uma falta que deu no travessão. Final a primeira etapa; 1×1

Na volta para a segunda etapa o calor ficou mais intenso e o ritmo foi menor por parte das duas equipes . As duas equipes vieram para tentar  definir o jogo logo de cara . O Roça tentava investir e não tinha sucesso , e aos 4′ Tostão sofreu falta , Pateta cobrou , o goleiro Hulck saiu em falso e Mi fez de cabeça . 2 a 1 para o Ana Terra.

Com o meio descompacto e o setor de criação tendo que voltar para marcar , o alviverde assim mesmo leva perigo ao gol de Zequinha , e nos contra-ataques o Ana Terra colocava a zaga do Roça em apuros.

Aos 18′ o Ana Terra perdeu Tostão que sentiu demais o calor e teve de ser substituido , outros jogadores começaram a passar mal , e o jogo ficou be mais lento . O Roça cersceu em campo e Vico teve ao menos três chances de ouro para empatar e não fez . O Ana Terra só saia na boa com Pateta e Mi.

No último lance de perigo o Roça Grande fez o gol com Vico , porém o árbitro apitou falta para o time de Gaúcho antes da conclusão para gol que a torcida já comemorava , e na batida Venâncio bateu para fora. Placar final : Roça Grande 1 x 2 Ana Terra .

Ficha técnica

Jogo de ida das finais do 40tinha

Dia : 28/09/2016

Estádio:Beira Rio

Árbitro : Selmo Pedro dos Anjos

Assistentes: Roberto Carlos Gonçalves e Lucas Amaral

Roça Grande: Hulck ; Baiano , Wilson , Sérgio e Reis; Hugo ,  (Canhoto) , Dudu (Adilson) , Márcio Nunes , Everaldo (Wilians) ; Venâncio e Nico (Vico) . Técnico: Gaúcho

Ana Terra – Zequinha,Nedu(Mancha),Jean,Bico e Alex,Pereira,Tostão(a)(Zico),Marquinhos Pateta e Murphy,Chester e Mi – Técnico: Bacana

 

LEAVE A REPLY