Um suposto acordo verbal que teria ocorrido entre os dirigentes de clubes da Série Ouro para o não registro de atletas de Curitiba na Série Ouro causou a maior discussão nesta sexta-feira (14) num  grupo do WhatsApp . O XV de Novembro fez que enfrenta o Gralha Azul mo domingo (16) registrou dois atletas que eram do Renovicente , já desclassificado da 1 divisão de Curitiba: Deivith e Chuchu , mas dirigentes do Nacional e Gralha Azul questionaram o presidente do XV , Celso Cordeiro sobre as condições de jogo dos referidos jogadores. Para alegar a irregularidade comentaram sobre um suposto acordo verbal que havia ocorrido entre os clubes antes do inicio do certame.

O fato gerou muito emojis e bate-boca para e pra cá , sendo que um certo diretor do Nacional pegou pesado com Celso Cordeiro.

O fato em não tem base legal para prosperar ,já que não consta no regulamento nada sob a suposta irregularidade do XV , ou seja: Deivith e Chuchu podem jogar, nem a Liga poderá impedor se nada está no regulamento.Simples assim. Nem ato administrativo pode impedir , a não ser que FPF seja provocada e aceite os argumentos da entidade e dos dirigentes envolvidos , porque legalmente o XV está com a razão.

3 COMMENTS

  1. Neste episódio todo, independente de mudança do regulamento Geral das competições, que somente permitia registro transferência de atleta de uma competição para outra, quando finda a primeira, o que deveria prevalecer, seria o que foi acordado entre os 12 clubes, e só não esta no regulamento porque tinha-se por certo o artigo anterior do regulamento geral. Mas infelizmente qdo se trt de dirigentes do futebol de Colombo o que se fala nunca se escreve, portanto, continuamos amadores na verdadeira concepção da palavra e o que é pior, sem honrar os posicionamentos tomados.

  2. Neste episódio todo, independente de mudança do regulamento Geral das competições, que somente permitia registro transferência de atleta de uma competição para outra, quando finda a primeira, o que deveria prevalecer, seria o que foi acordado entre os 12 clubes, e só não esta no regulamento porque tinha-se por certo o artigo anterior do regulamento geral. Mas infelizmente qdo se trata de dirigentes do futebol de Colombo o que se fala nunca se escreve, portanto, continuamos amadores na verdadeira concepção da palavra e o que é pior, sem honrar os posicionamentos tomados.

  3. Pra finalizar, não fosse o compromisso com meus princípios no que tange a penalizar meus atletas e colaboradores que lutaram muito para estar na 2ª. fase, eu Presidente do Independente F C, estaria oficializando o afastamento do clube da competição. Sendo assim fica aqui minha nota de repúdio a falta de respeito entre os dirigentes tanto no tratamento pessoal entre esses bem como falta de respeito ao que acordam nas reuniões e arbitrais.

LEAVE A REPLY